quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Romanos 8:18-25

     Os sofrimentos do presente
         e as glórias do porvir

  Contudo,tudo o que sofremos agora é insignificante,se compararmos com a glória que Ele nos dará mais tarde.Toda a criação espera com paciência e esperança por aquele dia futuro quando Deus ressuscitará os seus filhos.Isto porque naquele dia todos os espinhos e ervas daninhas,todo o pecado,morte e corrupção - as coisas que por ordem de Deus dominaram o mundo contra a própria vontade do mundo - tudo desaparecerá,e o mundo ao nosso redor participará da gloriosa liberdade do pecado que os filhos de Deus desfrutam.
  Sabemos que até mesmo as coisas da natureza,como os animais e as plantas,sofrem na doença e na morte enquanto esperam esse tão grande acontecimento.
  E mesmo nós,os cristãos,embora tenhamos o Espírito Santo em nós  como uma amostra que nos permite conhecer o sabor da glória futura,também gememos para ser libertados da dor e do sofrimento.Nós também esperamos ansiosamente aquele dia quando Deus nos dará plenos direitos como seus filhos,inclusive os novos corpos que Ele já prometeu - corpos que nunca voltarão a enfermar e nunca jamais morrerão.
  SOMOS SALVOS PELA CONFIANÇA.E CONFIAR QUER DIZER:ESPERAR ANSIOSAMENTE CONSEGUIR ALGO QUE AINDA NÃO TEMOS - POIS UM HOMEM QUE JÁ TEM ALGO NÃO PRECISA CONFIAR E ESPERAR QUE CONSEGUIRÁ.Entretanto,se precisamos continuar a confiar em Deus por algo que ainda não aconteceu,ISSO NOS ENSINA A ESPERAR COM PACIÊNCIA E CERTEZA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cria em mim ó Deus, um coração puro. Coloca dentro de mim pensamentos e desejos limpos e sinceros. ( Salmos 51:10)