quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Atos 23:12-25

A cilada dos judeus

no outro dia de manhã juntaram-se dos judeus uns 40 homens ou mais e debaixo de maldição juraram não comer nem beber enquanto não tivessem matado Paulo.
Então foram os principais sacerdotes e os lideres dos judeus e lhes contaram o que haviam feito."Peçam ao comandante que traga Paulo outra vez diante do Conselho",disseram eles.Finjam que os senhores querem fazer mais umas perguntas.Nós o mataremos no caminho."
Mas,o sobrinho de Paulo ficou sabendo do plano deles,e foi à fortaleza contar à Paulo.
Este chamou os oficiais e disse:
"Leve este rapaz ao comandante ele tem algo importante para contar-lhe."
Assim,fez o oficial,explicando:"O preso Paulo me chamou e me pediu que trouxesse este jovem ao senhor,para contar-lhe uma coisa."
O comandante,pegou o rapaz pela mão,levou-o à um lado e perguntou:
"Que é que você quer me contar,moço?"
"Amanhã",disse ele,"os judeus vão pedir-lhe que leve Paulo diante do Conselho novamente,fingindo que querem obter mais uma informação.
Mas,não faça isto,há mais de 40 homens escondidos ao longo da estrada,prontos para saltar em cima dele para matá-lo.Eles juraram,nem comer nem beber,enquanto ele não estiver morto.
Agora,mesmo já estão lá,esperando que o senhor atenda ao pedido deles."
Não deixe ninguém saber que você me contou isto",disse o comandante ao rapaz quando ele partiu.Então o comandante chamou dois de seus oficiais e ordenou:"Preparem duzentos soldados para partirem para Cesareia hoje às nove horas da noite!Levem 200 lanceiros e 70 homens da cavalaria.Entreguem a Paulo um cavalo para montar e levem o acusado em segurança ao governador Félix."
Então ele escreveu esta carta ao governador:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu, o Senhor, o chamei em retidão; segurarei firme a sua mão. Eu o guardarei e farei de você um mediador para o povo e uma luz para os genti...