quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Atos 23:1-11


Paulo perante o Sinédrio


Paulo olhou firmemente para o conselho e depois começou:

"Irmãos eu sempre tenho vivido diante de Deus,com toda a boa consciência!"

Logo o supremo sacerdote Ananias ordenou aos que estavam perto de Paulo que lhe dessem uma bofetada na boca.

Paulo disse à ele:"Deus,esbofeteará você seu fingido!Que espécie de juiz você é,quando você mesmo quebra a lei,mandando me bater assim?"

Os que estavam perto de Paulo disseram à ele:"Isto é maneira de falar ao supremo sacerdote de Deus?"

"Eu não percebi que era o supremo sacerdote,irmãos",respondeu Paulo."Porque as Escrituras dizem:"Nunca ofendam nenhum de seus governantes!"

Nisso Paulo teve uma ideia!Uma parte do Conselho era de saduceus,e outra era de fariseus!Então ele gritou:"Irmãos,eu sou fariseu,como foram todos os meus antepassados!E estou sendo julgado hoje aqui,porque creio na ressurreição dos mortos!"

Isto dividiu o Conselho bem no meio - os fariseus contra os saduceus - e houve forte discussão.Pois os saduceus dizem que não há ressurreição,nem anjos,nem mesmo espírito em nós,mas os fariseus crêem em tudo isso.

Então levantou-se um grande barulho.Alguns dos lideres judaicos saltaram no meio para dizer que Paulo tinha toda a razão."Nós não vemos nada errado nele",gritavam."Quem sabe foi um espírito ou anjo que falou à ele(lá na estrada para Damasco)?"

A gritaria aumentava cada vez mais,e os homens estavam de ambos os lados aos empurrões,puxando Paulo para cá e para lá.Finalmente,o comandante com medo que eles despedaçassem o apóstolo,mandou aos soldados que retirassem Paulo a força do meio deles e levassem de volta para o quartel.


O Senhor aparece à Paulo


Naquela noite o Senhor apareceu de pé ao lado de Paulo e disse:"Não se aflija,Paulo;tal como você falou ao meu respeito ao povo daqui em Jerusalém,deve também falar em Roma."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu, o Senhor, o chamei em retidão; segurarei firme a sua mão. Eu o guardarei e farei de você um mediador para o povo e uma luz para os genti...