segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Eclesiastes 9:1-18

              A sorte parece ser a mesma para todos

  Eu também me dediquei a entender isto - que os homens bons e que respeitam a Deus dependem dEle,e ninguém sabe se Ele vai ajudá-los ou não.
  O homem não sabe o que há no seu futuro!O mesmo acontece com todos,sejam bons ou ruins,religiosos ou pagãos,obedientes a Deus ou não.Parece tão injusto,que todos tenham o mesmo destino.Isto acontece porque os homens não se preocupam em ser bons.Preferem andar nos seus caminhos errados,porque não têm esperança - e no fim da vida,só existe mesmo a morte.
  Só os vivos têm esperança."É melhor ser um cachorro vivo do que um leão morto!"Os vivos,ao menos,sabem que vão morrer!Mas os mortos,os mortos não sabem nada;eles nem podem se lembrar de sua vida.Tudo que fizeram em suas vidas - amar,odiar,invejar - já acabou,já passou.Eles já não tem nada a ver com a vida na terra.Já que é assim,continue,coma,beba e se alegre!Para Deus isso não faz diferença.Use boas roupas - e um pouquinho de perfume!Viva feliz com a mulher que você ama!Sua vida passa depressa e o que Deus lhe deu como premio por todo o seu trabalho aqui na terra,foi sua esposa.Faça bem bem feita qualquer coisa que você tiver de fazer.Depois da morte,para onde você vai,não se pode fazer planos,nem trabalhar,nem aprender,nem ganhar novos conhecimentos.

                    Trabalhos sem recompensa

  E observei novamente a terra.Vi que nem sempre os mais rápidos vencem as corridas;que nem sempre são os mais fortes que vencem as lutas;que muitas vezes os sábios passam fome e que os homens de grande capacidade nem sempre se tornam famosos;tudo depende do acaso,de a pessoa estar no lugar certo na hora certa.Ninguém sabe quando sua sorte piorar.O homem é como um peixe apanhado numa rede,como um pássaro numa alçapão,quando menos se espera.

                    Exemplo que ilustra esta verdade

  Aqui está mais uma coisa que me impressionou muito enquanto eu observava a vida humana:Havia uma pequena cidade,com poucos habitantes.Essa cidade foi cercada por um rei,que tinha um grande exército e muitas armas.Naquela cidadezinha havia um homem sábio,muito pobre.Ele sabia como salvar a cidade e acabou conseguindo.Mas depois disso,todos se esqueceram dele.Foi ai que percebi que a sabedoria vale mais que a força.Mas,se o homem sábio foi pobre é desprezado e sua opinião posta de lado,assim mesmo as palavras mansas de um homem sábio valem mais que os gritos de um rei que governe um povo tolo.A sabedoria é melhor que as armas de guerra,mas um  só homem tolo pode destruir bons planos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Eu, o Senhor, o chamei em retidão; segurarei firme a sua mão. Eu o guardarei e farei de você um mediador para o povo e uma luz para os genti...