segunda-feira, 1 de novembro de 2010

2 Coríntios 12:14-21

        Paulo deseja visitá-los

  Agora,irei vê-los novamente,pela terceira vez;e ainda não lhes custará coisa alguma,pois não quero o seu dinheiro.
  Quero sim,vocês!E,seja como for,vocês são meus filhos,e as criancinhas não pagam a comida do pai e da mãe - é justamente o contrário;os pais é que provêem a comida para os seus filhos.
  Sinto-me feliz em dar-me a mim mesmo à vocês e também tudo o que tenho para o seu bem espiritual,embora pareça que quanto mais  os amo,menos vocês me amam.
  Alguns de vocês estarão dizendo:"É verdade que as nossas visitas não pareciam nos custar nada,mas esse Paulo é um sujeito astuto;e nos embrulhou.É mais do que certo que,de qualquer jeito,ele deve ter arrancado algum dinheiro de nós."
  Mas como?Alguns dos homens que lhes enviei tirou algum proveito material de vocês?Quando supliquei à Tito que os visitasse,e enviei com ele outro irmão nosso,eles tiraram algum proveito disso?Não,naturalmente que não.Porque nós temos o mesmo Espírito Santo e andamos nos passos um do outro,fazendo as coisas do mesmo modo.

  Paulo apela para o juiz de todos

  Supondo que eu estou dizendo tudo isto a fim de cair de novo em suas boas graças.Absolutamente,não se trata disso.Digo-lhes diante de Deus que está me ouvindo enquanto falo,que eu disse isso para ajudar a vocês,queridos amigos - para edificá-los espiritualmente e não para ajudar a mim mesmo.Tenho receio de que quando for visitá-los não vá gostar daquilo que encontrar,e vocês não vão gostar do modo pelo qual eu terei de agir.Receio que os encontre em desavenças,invejando uns aos outros,cochichando pelas costas uns dos outros,e cheios de presunção e discórdia.Sim,tenho receio,de que quando for,Deus me humilhe diante de vocês e eu fique triste e pesaroso porque muitos de vocês pecaram e nem se importam com as coisas vis e indecentes que têm praticado:a impureza,a imoralidade,e a sedução das mulheres de outros homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E ele disse:" Se agora tenho achado graça aos teus olhos, dá-me um sinal de que és tu que falas comigo". ( Juízes 6:17)