terça-feira, 16 de novembro de 2010

João 18:15-24

                                                          Pedro nega a Jesus

 
Simão Pedro,seguia atrás como fazia um dos discípulos que era conhecido como o supremo sacerdote.Portanto,aquele outro discípulo teve licença de entrar no pátio com Jesus.Enquanto Pedro ficou do lado de fora do portão.Então o outro discípulo falou com a moça que tomava conta do portão,e ela deixou Pedro entrar.A moça perguntou à Pedro:"O senhor não é um dos seguidores de Jesus?"
  "Não",disse ele,"eu não sou!"
  Os policiais e os criados achavam-se ao redor de uma fogueira,que tinham feito,porque fazia frio,e Pedro achava-se ali com eles esquentando-se.

                                                    Anás interroga a Jesus

  Lá dentro o supremo sacerdote começou a fazer perguntas à Jesus a respeito de seus seguidores e o que Ele tinha ensinado a todos.
  Jesus respondeu:"O que Eu ensino é muito conhecido,porque Eu tenho pregado abertamente nas sinagogas e no templo;Eu tenho sido ouvido por todos os lideres judaicos e não ensino em particular nada que não tenha dito em público.Por que o senhor está Me fazendo estas perguntas?Pergunte àqueles que Me ouviram.O senhor tem alguns deles aqui,eles bem sabem o que Eu disse".
  Um dos soldados que estava ali deu um soco em Jesus."Isso é maneira de responder ao supremo sacerdote?"Perguntou ele.
  "Se Eu menti,prove",respondeu Jesus."Você bateria num homem por ele dizer a verdade?"
  Então Anás,mandou Jesus amarrado à Caifás,o supremo sacerdote.
 
                                                     
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pois, se nem ainda podeis as coisas minimas, porque estais ansiosos pelas outras? ( Lucas 12:26)