sexta-feira, 30 de abril de 2010

LIVRO IV


Salmos 90-106


A Eternidade de Deus

e a transitoriedade do homem



Oração de Moisés,homem de Deus.SENHOR TU TENS SIDO A NOSSA MORADA SEGURA ATRAVÉS DE TODAS AS GERAÇÕES.Tu És o Deus Eterno,sem principio,nem fim;Tu já existias muito antes de fazer o mundo surgir e de os montes serem formados.

Com uma simples palavra tua o homem vira pó.Basta dizeres:"Volta ao pó de onde você veio!"Pra Ti mil anos,são como o dia de ontem,que já se foi,como uma noite de sono!Tu nos levas pelo Rio da Vida tão depressa quanto um sonho,como a erva que nasce pela madrugada,cresce durante a manhã,e à tarde murcha e morre.A tua ira é capaz de nos destruir;o teu furor nos deixa confusos e desorientados.Nossas desobediências aparecem todas diante dos teus olhos;com a tua luz revela os nossos pecados ocultos.Todos os dias de nossa vida se acabam,por causa da tua ira,e os anos se vão rápidos e tristes como um suspiro.

O LIMITE DE NOSSA VIDA É SETENTA ANOS E SÓ ALGUNS,MAIS FORTES CONSEGUEM CHEGAR A OITENTA.

Os melhores anos da vida são vazios e sofridos.Eles passam depressa,e nós desaparecemos.Ninguém sabe como é terrível a tua ira;se soubéssemos,nós Te respeitaríamos e obedeceríamos como Tu mereces.

ENSINA-NOS A CONTAR OS NOSSOS DIAS E USAR O NOSSO POUCO TEMPO PARA CONSEGUIRMOS A TUA SABEDORIA.

Ó Senhor,volta-Te para nós,mostra-nos o teu amor!Até quando ficarás longe de nós? Enche,desde a manhã,a nossa vida como Teu amor fiel;assim cantaremos de alegria e viveremos felizes para todo o sempre.Dá-nos alegria suficiente para compensar todas as desgraças que aconteceram conosco!Durante tantos anos suportamos sofrimentos,dá-nos agora outros tantos de felicidade!A nós,os teus servos,mostra-nos os teus milagres!

REVELA A TUA GLÓRIA AOS NOSSOS FILHOS,COBRE O TEU POVO,COM TUA GLORIOSA BONDADE!DÁ-NOS FORÇAS PARA O TRABALHO!DÁ-NOS SUCESSO EM TUDO O QUE FIZERMOS!

Salmos 90:1-17













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vós, servos, sujeitai-vos com todo temos aos senhores, não somente aos bons e humanos, mas também aos maus. ( 1 Pedro 2:18)