sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Oséias 11:1-12

                        O amor de Deus Pai



                       A ingratidão de Israel






Quando Israel era como uma criança,Eu o amei como meu filho e o trouxe para fora do Egito.Mas quanto mais os chamava,mais rebeldes eles se tornavam.Ofereciam sacrifícios a Baal e incenso aos ídolos.Ensinei Israel andar como a mãe ensina o seu filhinho.Segurei os israelitas em meus braços,mas eles não souberam ou deram importância ao fato de que era Eu que os estava segurando.


Como um lavrador leva o seu animal favorito,assim guiei Israel,puxando-os com cordas de amor.Desatei a sua boca para ele poder comer,Eu mesmo me abaixei e lhe dei comida,o meu povo não voltará ao Egito,mas será escravo em outro pais a Assíria,porque não quer se submeter e voltar para Mim.


A guerra varrerá as cidades de Israel.


Os inimigos arrombarão os portões das cidades,e prenderão os israelitas nas fortalezas onde vão se esconder.O meu povo está decidido a Me abandonar e por isso Eu o condenei a escravidão;ninguém será capaz de livrar Israel.


Ah!Efraim,como é que vou abandona-lo!Nunca seria capaz de fazer isto!Nunca poderia fazer com você o que fiz com Admã e Zeboim,o Meu coração grita dentro de Mim!Ah como gostaria de ajuda-lo!Não,não vou castigar os israelitas conforme a Minha forte ira exige.


Esta é a ultima vez que vou destruir Efraim.Eu sou Deus e não um simples homem.Eu sou o Santo que vive entre vocês.Eu não vim para destruir.


Pois o povo vai seguir ao Senhor.Rugirei como um leão para espantar os inimigos de Israel,e o meu povo tremendo,voltará do ocidente.Como um bando de pássaros,eles virão do Egito e voando como pombas virão da Assíria.Eu os trarei de volta para os seus lares.É o Senhor quem faz esta promessa!


Israel Me cercou de mentiras e falsidades,mas Judá ainda confia em Deus e é fiel ao Santo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

...Mas a terra boa representa as pessoas bondosas e honestas. Estas ouvem as palavras de Deus e lhes são fiéis, contando constantemente aos ...