sexta-feira, 8 de junho de 2012

Trabalho sem recompensa

  Observei novamente a terra.Vi que nem sempre os mais rápidos vencem as corridas;que nem sempre são os mais fortes que vencem as lutas;que muitas vezes os sábios passam fome e que os homens de grande capacidade nem sempre ficam famosos,tudo depende do acaso,de a pessoa estar no lugar certo na hora certa.
  Ninguém sabe quando a sua sorte vai piorar.O homem é como um peixe apanhado numa rede como um pássaro apanhado num alçapão,quando menos se espera. (Eclesiastes 9:11-12)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Mesmo quando estivermos fracos demais e não nos reste nenhuma fé, Ele continuará fiel para conosco e nos ajudará, pois não pode repudiar-nos...